Novo Honda Civic Si tem motor 1.5 turbo de 208 cv e câmbio manual de seis marchas

Novo Honda Civic Si (Foto: Divulgação)

Novo Honda Civic Si (Foto: Divulgação)

Tá liberado, tá tudo liberado! Finalmente, a Honda divulgou todos os dados do novo Honda Civic Si. O esportivo, nas versões cupê e sedã, não é tão extremo quanto o Type R, mas, sim, é tudo o que esperávamos: dinâmica afiada, suspensão esportiva e um motor 1.5 que pela primeira vez lança mão do turbocompressor associado à injeção direta para entregar 208 cv de potência a 1.300 rpm e 26,6 kgfm de torque – 4,2 kgfm a mais do que a atual versão do CivicTouring (22,4 kgfm a 1.700 rpm). Como era esperado, o câmbio CVT do sedã aqui saiu de cena para a entrada de uma caixa manual de seis marchas com engates curtinhos, para fazer a alegria dos fãs da sigla Si.

No visual, o destaque vai para os para-choques mais largos com tomadas de ar maiores, spoiler traseiro com break light de led e rodas de 18 polegadas com pneus mais largos, nas medidas 235/40. Mas há outras melhorias para torná-lo um carro ainda mais na mão que o sedã e hatch “convencionais”. É o caso da direção elétrica ativa, com relação variável de dois pinhões, que  promete diminuir o número de voltas de batente a batente. Já a transferência do torque maior será facilitada pelo diferencial de deslizamento limitado.

 

Novo Honda Civic Si (Foto: Divulgação)

Novo Honda Civic Si (Foto: Divulgação)

 

O modelo ainda com uma suspensão esportiva com amortecedores adaptativos, que podem ser calibrados, segundo os dois modos de condução selecionados pelo motorista: Normal e Sport. Enquanto a primeira, digamos, poda o comportamento do Civic Si, tornando-o um carro mais confortável para o cotidiano, o segundo deixa suas respostas mais diretas e rápidas, acentuando seu caráter mais esportivo. Pelo jeito, é preciso segurar o pé no acelerador! Ainda não sabemos em quanto ele crava uma aceleração zero a 100 km/h, mas com certeza irá além dos 7,6 segundos do modelo antigo.

É uma pena que a venda do modelo tenha sido só confirmada nos Estados Unidos, no mês que vem. Nós ainda torcemos para vê-lo por aqui como a geração anterior, mas o custo da importação e o valor final podem deixar essa visita inviável.

 

 

 

 

Fonte: Revista Autoesporte

Related posts

Fiat Argo: conheça detalhes do interior do sucessor do Punto

Fiat Argo: conheça detalhes do interior do sucessor do Punto


Fiat Argo: conheça detalhes do interior do sucessor do Punto

 O Fiat Argo já perdeu a vergonha e apareceu por completo, mas o interior ainda era segredo – até a página oficial da marca na Argentina revelar partes do painel. O vídeo já foi despublicado, porém, reproduzimos as imagens nesta página. Como apuramos junto aos lojistas, o...

Honda Fit Hybrid vaza e pode antecipar mudanças para o Brasil

Honda Fit Hybrid vaza e pode antecipar mudanças para o Brasil


Honda Fit Hybrid vaza e pode antecipar mudanças para o Brasil

 O Honda Fit Hybrid destinado ao mercado japonês vazou antes da hora e isso é ótimo para os brasileiros. Afinal, o monovolume que será vendido por lá pode antecipar as novidades que teremos na reestilização do modelo nacional – previsto para chegar às lojas ainda neste...

Os efeitos colaterais invisíveis das pequenas batidas

Os efeitos colaterais invisíveis das pequenas batidas


Os efeitos colaterais invisíveis das pequenas batidas

Cena comum no trânsito: uma freada e, de repente, aquela batidinha inocente no pára-choque. Os dois motoristas descem, olham, constatam que não foi quase nada e vão embora. O que pouca gente sabe, no entanto, é que mesmo um toque aparentemente inofensivo pode ter...

Leave a comment