Reestilizado e nas lojas: saiba tudo sobre o Toyota Corolla 2018

Toyota lança Corolla 2018 (Foto: Leandro Alvares / Autoesporte)

Toyota lança Corolla 2018 (Foto: Leandro Alvares / Autoesporte)

Renovado e preparado para matar, ou melhor, vender ainda mais. Líder absoluto de emplacamentos entre os sedãs médios, o Corolla já está nas concessionárias Toyota de todo o Brasil como linha 2018, visual atualizado e preços que variam entre R$ 69.690 e R$ 114.990.

Ele está mais caro, como era de se imaginar. A tabela anterior partia de R$ 68.740 e chegava a R$ 110.990. Mas, ao menos agora, o modelo passa a ser equipado com controles de tração e estabilidade, além de assistente de rampa e sete airbags (dois frontais, dois laterais, dois de cortina e um de joelho para o motorista). Esses recursos estão presentes em todas as versões. Felizmente, não usaremos mais o GIF do porquinho patinando quando falarmos desse carro.

Nós já dirigimos o Toyota Corolla na Austrália e a avaliação completa pode ser conferida no aplicativo Autoesporte (clique aqui para fazer download). A avaliação também está na edição março da revista Autoesporte, que já está nas bancas de todo o país.

1.8 GLi manual: R$ 69.690

1.8 GLi CVT: R$ 69.990

1.8 GLi Upper CVT: R$ 90.990

2.0 XEi CVT: R$ 99.990

2.0 XRS CVT: R$ 108.990

2.0 Altis CVT: R$ 114.990

Toyota Corolla XRS (Foto: Divulgação)

Toyota Corolla XRS (Foto: Divulgação)

Tiozão de óculos escuro

Das versões listadas acima, a novidade é a XRS. Não chega a ser algo inédito, afinal, ela já existia na antiga geração do Corolla. Com apelo visual esportivo, está posicionada acima da configuração XEi e traz detalhes como acabamento interno na cor preta; defletor traseiro com luz de freio de led; saias laterais, frontal e traseira, ponteira do escapamento cromada, faróis dianteiros de led e com regulagem de altura, rodas diamantadas de 17 polegadas e acabamento preto brilhante. O volante de base reta, porém, foi deixado de lado.

O que mudou no design?

No país desde abril de 2014, a 11ª geração do Corolla recebeu sua primeira reestilização. As alterações mais visíveis estão concentradas na dianteira, que ganhou novos faróis e grade mais afilados, além de vincos mais profundos nos cantos do para-choque.

Toyota Corolla XRS (Foto: Divulgação)

Toyota Corolla XRS (Foto: Divulgação)

O conjunto óptico dianteiro do Corolla 2018 possui faróis de halogênio nas versões GLi e XEi, e de led, com nivelamento automático, na XRS e na topo de linha, Altis. As lanternas com luzes diurnas (DRL) estão disponíveis a partir da XEi, e todas contam com lanternas dianteiras com luz de posicionamento led.

Na traseira, as mudanças se concentram principalmente nas lanternas, que agora são de led em toda a linha e com nova disposição das luzes. De acordo com o fabricante, a lateral está com uma linha de cintura mais elevada e uniforme. A partir da versão XEi, o Corolla passa a trazer antena no estilo barbatana de tubarão e (finalmente!) rodas de liga leve de 17”.

 

Toyota Corolla XEI (Foto: Divulgação)

Toyota Corolla XEI (Foto: Divulgação)

Por dentro, o relógio digital a la de Del Rey (respire fundo…) ainda está lá! As novidades são os grafismos do quadro de instrumentos e a tela de TFT de 4,2” (disponível a partir da configuração XEi), que se tornou colorida.

Destaque também para as novas saídas de ventilação de formato circular e acabamento cromado. A central multimídia das versões XEI, XRS e Altis é totalmente sensível ao toque, com tela de sete polegadas, e o ar-condicionado digital, disponível a partir da XEi, incorporou nova interface.

 

Toyota Corolla Altis (Foto: Divulgação)

Toyota Corolla Altis (Foto: Divulgação)

Nenhuma alteração mecânica…

Os já conhecidos motores 1.8 (de até 144 cv e 18,6 kgfm) e 2.0 (154 cv e 20,7 kgfm) bicombustíveis continuam em cena na linha 2018 do Corolla. Apenas a versão de entrada, 1.8 GLI, conta com câmbio manual de seis marchas. As demais utilizam a caixa CVT, que simula sete velocidades. A partir da configuração XEi, há opção de trocas sequenciais por aletas no volante e botão de modo esportivo no console.

…mas o conforto foi reforçado

Segundo a Toyota, o Corolla recebeu nova calibração dos amortecedores dianteiros e traseiros e as suspensões foram elevadas em 5 mm, para que o balanço entre conforto e estabilidade fosse mantido. Com a alteração na suspensão, o software do módulo de controle da direção elétrica também foi recalibrado.

Outro ponto bastante estudado pela engenharia foi o aprimoramento da acústica. Para tanto, foram feitas mudanças como a adição de uma camada de borracha no revestimento do painel corta-fogo e colocação de feltros nos painéis das portas.

Cores

O Corolla reestilizado terá as seguintes opções: branco perolizado, prata supernova, cinza granito, preto eclipse, vermelho granada e na nova cor marrom urban. A versão XRS será vendida apenas com os tons branco polar e preto eclipse.

Acessórios e revisões

O fabricante disponibilizará 45 itens para o Corolla, sendo dez deles lançamentos. Dentre as novidades, estão itens de segurança, como o sensor de estacionamento frontal e alarme ultrassônico; que ressaltam a esportividade, como lâmpada branca para os faróis dianteiros e luzes de led para os de neblina; de tecnologia, como um gravador de vídeo digital. A linha de acessórios originais Toyota conta com 12 meses de garantia e cobertura total da rede de concessionárias. Até os 60 mil km, o custo total com revisões do é de cerca de R$ 3.250. A garantia do veículo é de três anos.

Toyota Corolla XRS (Foto: Divulgação)

Toyota Corolla XRS (Foto: Divulgação)

Versões e itens de série

Toyota Corolla GLi: direção elétrica; ar-condicionado com controle manual; chave do tipo canivete com comandos do alarme integrados; computador de bordo com seis funções (consumo médio e instantâneo, indicador Eco Drive, autonomia, velocidade média, tempo percorrido, controle de iluminação do painel e da temperatura externa); coluna de direção com regulagem de altura e profundidade; hodômetro e relógio digital; sistema de som com conectividade USB, para iPod e similares, e dispositivo Bluetooth; vidros e retrovisores com acionamento elétrico; volante multifuncional.

Toyota Corolla XEi: acrescenta ar-condicionado digital; chave presencial e botão de partida do motor (novidades para a versão); espelho retrovisor interno eletrocrômico; controle de velocidade de cruzeiro; rodas de liga leve de 17”; antena barbatana de tubarão; faróis de neblina; acendimento automático dos faróis; painel de instrumentos com tela TFT colorida de 4,2”; sistema multimídia Toyota Play com tela LCD de 7” sensível ao toque e áudio compatível com DVD player, CD-R/RW, MP3, WMA e AAC e rádio AM/FM; sistema de navegação GPS; TV digital e câmera de ré; Bluetooth; quatro alto-falantes e dois tweeters.

Toyota Corolla XRS: acrescenta acabamento interno na cor preta; defletor traseiro com luz de freio de led; saias laterais, frontal e traseira; ponteira do escapamento cromada; faróis dianteiros de led com regulagem de altura e rodas diamantadas de 17” com acabamento preto brilhante.

Toyota Corolla Altis: acrescenta ar-condicionado de duas zonas (novidade); limpador do para-brisa com sensor de chuva; banco do motorista com regulagem elétrica; espelhos retrovisores com rebatimento elétrico e rodas diamantadas de 17” com acabamento na cor cinza.

Vende mais que SUV

Se alguém fizer um post dizendo que os SUVs são os queridinhos do mercado, o Corolla não irá curtir. E com razão! Ele não é apenas o sedã médio mais vendido do Brasil, mas também um dos carros com maior número de emplacamentos do país.

No ano passado, ele ficou em quinto no ranking de vendas, com um total de 64.740 unidades comercializadas — os dados são da Fenabrave, a associação dos concessionários. Só na primeira quinzena de março, foram 2.168 vendas. Mais até que o Honda HR-V (líder entre os SUVs), que registrou 1.738. Nada mal para quem é chamado de Vovorolla e de carro de tiozão. Neste ano, a expectativa da Toyota é superar as 60 mil unidades mais uma vez. (Colaborou Guilherme Blanco Muniz)

 

Toyota Corolla XRS (Foto: Divulgação)

Toyota Corolla XRS (Foto: Divulgação)

 

Fonte: Revista Autoesporte

Related posts

Novo Honda Civic Si tem motor 1.5 turbo de 208 cv e câmbio manual de seis marchas

Novo Honda Civic Si tem motor 1.5 turbo de 208 cv e câmbio manual de seis marchas


Novo Honda Civic Si tem motor 1.5 turbo de 208 cv e câmbio manual de seis marchas

Tá liberado, tá tudo liberado! Finalmente, a Honda divulgou todos os dados do novo Honda Civic Si. O esportivo, nas versões cupê e sedã, não é tão extremo quanto o Type R, mas, sim, é tudo o que esperávamos: dinâmica afiada, suspensão esportiva e um motor 1.5 que pela primeira...

Teste: Nissan Frontier LE 2.3

Teste: Nissan Frontier LE 2.3


Teste: Nissan Frontier LE 2.3

 A Nissan Frontier conhece bem essa trilha. A picape estreia novamente como importada em uma única versão, a LE de R$ 166.700, para chegar somente depois em grandes lotes. Só que a importação não veio via Tailândia como das últimas duas vezes, a nova geração vem do México...

Honda WR-V: versões e itens de série revelados no catálogo oficial

Honda WR-V: versões e itens de série revelados no catálogo oficial


Honda WR-V: versões e itens de série revelados no catálogo oficial

O suspense que a Honda tenta fazer sobre as versões e itens de série do WR-V chegou ao fim. Autoesporte teve acesso ao catálogo que a montadora distribuiu em revendas para divulgar o novo modelo. Como você pode conferir nas imagens que ilustram esta página, ele revela que o WR-V...

Leave a comment