Toyota convoca mais um recall do Corolla, agora por falha nos cintos de segurança

Toyota Corolla (Foto: Divulgação)

Toyota Corolla (Foto: Divulgação)

A Toyota informou que os donos de Corolla 2017 terão que levar o carro a uma oficina autorizada para consertar um defeito de fabricação nos cintos de segurança do passageiro dianteiro. O recall afeta 9.890 unidades do sedã, que foram fabricadas entre 20 de dezembro de 2016 e 24 de fevereiro de 2017. Os reparos podem ser agendados para datas a partir de 19 de junho. Confira a numeração de chassis completa abaixo.

Em nota, a empresa informa que uma “desconformidade técnica na peça de ancoragem” não atende às normas brasileiras de segurança. Por conta disso, esta peça pode romper em caso de acidente, causando lesões ao passageiro e a outras pessoas a bordo do carro. Os carros afetados pela falha terão a peça substituída por uma nova, que atende às normas brasileiras de segurança.

Para esclarecer dúvidas e agendar o recall, os consumidores devem entrar em contato com a Toyota pelo telefone 0800 703 0206.

Chassis convocados

Toyota Corolla com código alfanumérico 9BRBDWHE: últimos oito dígitos do chassi entre H034333 e H0346204; e entre H0097419 e H0104445

Toyota Corolla com código alfanumérico 9BRBD3HE: últimos oito dígitos do chassi entre H03040380 e H0346194

Recalls do Corolla

Levantamento feito por Autoesporte revela que desde 2002 a Toyota já convocou mais de 1 milhão de unidades do Corolla vendidos no Brasil por conta de defeitos de fabricação. Segundo dados do Procon de São Paulo, neste período a montadora fez ao menos 19 convocações de recall que envolviam o sedã. No total, a empresa já detectou defeitos de fabricação em 1.608.065 unidades do Corolla.

No ano, este é o segundo recall do modelo. O primeiro foi anunciado em abril e envolvia 223.518 carros por conta do megarecall de airbags.

Direitos do consumidor

O Procon-SP orienta a todos os consumidores envolvidos em campanhas de chamamento a exigirem o comprovante de que o serviço de reparo tenha sido realizado. O documento deve ser conservado e repassado adiante em caso de venda. O direito ao reparo gratuito também é garantido aos proprietários de veículos que foram comercializados mais de uma vez.

Os veículos que não atenderem ao recall e forem reparados em até 12 meses trarão a informação do não atendimento no campo “observações” do próximo Certificado de Registro e Licenciamento (CRLV), conforme determinado pela Portaria Conjunta nº 69 de 15/12/2010, da Secretaria de Direito Econômico e do Diretor do Departamento Nacional de Trânsito.

Fonte: Revista Autoesporte

Related posts

Devo desligar o ar-condicionado antes de das partida no carro?

Devo desligar o ar-condicionado antes de das partida no carro?


Devo desligar o ar-condicionado antes de das partida no carro?

 Entrei no carro e coloquei a chave no contato. Nesse momento, percebo que o comando do ar-condicionado está ligado. E aí, devo desligá-lo para acionar o motor ou isso é apenas mito?“Em geral, os carros mais antigos (carburados) sofriam com esse problema quando não...

Volkswagen convoca recall do Passat, Golf Variant e Amarok

Volkswagen convoca recall do Passat, Golf Variant e Amarok


Volkswagen convoca recall do Passat, Golf Variant e Amarok

A Volkswagen convocou dois recalls nessa segunda-feira (10). O primeiro envolve 398 unidades do Passat e do Golf Variant por uma falha no software. No segundo, estão inclusos 47 unidades da Amarok e outra leva do Passat - o problema identificado foi no airbag frontal ou no...

Saiba como solicitar uma placa personalizada para carros 0km

Saiba como solicitar uma placa personalizada para carros 0km


Saiba como solicitar uma placa personalizada para carros 0km

Muitas pessoas gostam de escolher a placa do seu carro novo. Seja para adotar iniciais que tenham um significado especial ou mesmo para facilitar a memorização.

Leave a comment