Volkswagen confirma nova picape para o Brasil

Projeção nova picape média da Volkswagen (Foto: Renato Aspromonte)

Projeção nova picape média da Volkswagen (Foto: Renato Aspromonte)

Pela primeira vez, a Volkswagen confirmou estar desenvolvendo uma nova picape para o Brasil. Quem revelou a informação foi o próprio CEO da montadora, David Powels. Feita sobre a plataforma MQB, o modelo deve chegar ao mercado no segundo semestre de 2018 para concorrer com Fiat Toro e Renault Duster Oroch, como já havíamos antecipado. Assim como a Fiat, que não aposentou a Strada, a montadora alemã também deve manter a Saveiro em linha.

 

Nós até tentamos, mas os executivos da Volkswagen não confirmaram nenhuma outra informação, como motorização, data de chegada ou faixa de preço. O que nós já sabemos é que, em relação ao estilo, a picape que está sendo criada no Brasil traz muitos elementos dos conceitos T-Roc e T-Cross Breeze. Sobre motor, as versões mais em conta possivelmente irão adotar o novo motor 1.0 TSI, que virá combinado a um câmbio manual de cinco velocidades. Já as configurações mais caras devem apostar no conhecido 1.4 TSI de 150 cv aplicado no Golf e família.

Polo e Virtus
Outra informação revelada pelo presidente da Volkswagen é a produção de dois novos modelos na primeira fábrica da montadora no Brasil, que fica em São Bernardo do Campo. “A fábrica Anchieta (São Bernardo do Campo) deixará de produzir o Gol para dar lugar a dois novos carros da plataforma MQB: o Polo, neste ano, e o Virtus, que será feito no primeiro semestre de 2018″. Powels confirmou que o Polo já está em produção e que será lançado entre novembro e dezembro.

Para que isso aconteça, depois de completar 8 milhões de unidades produzidas, o Gol passa a ser feito exclusivamente em Taubaté (SP). Já a picape Saveiro continua em São Bernardo do Campo. “O ano de 2017 marca uma virada. Estamos lançando uma nova Volkswagen, não só com novos produtos, mas uma nova marca”.

E o Fox?

Se Gol, up! e Polo farão parte da gama de modelos da Volkswagen, a pergunta que fica é: e o Fox? O presidente da montadora afirma que o hatch continuará a ser vendido, mas que terá menos versões. O esperado é que, assim como aconteceu com o subcompacto, o Fox perca as configurações de entrada. “O Fox continuará sendo produzido como uma opção mais robusta. O foco ficará em CrossFox e nas versões de apelo semelhante”.

 

Fonte: Revista Autoesporte

Related posts

Mercedes-Benz lança GLA reestilizado no Brasil a partir de R$ 158.900

Mercedes-Benz lança GLA reestilizado no Brasil a partir de R$ 158.900


Mercedes-Benz lança GLA reestilizado no Brasil a partir de R$ 158.900

 A Mercedes-Benz começa a vender neste mês no Brasil o novo GLA 2018, reestilizado em janeiro durante o Salão de Detroit, nos Estados Unidos. Externamente, o SUV compacto de luxo exibe mudanças discretas, com destaque para a nova grade frontal e os para-choques de visual...

Sem 7 lugares, novo Renault Duster será revelado em agosto

Sem 7 lugares, novo Renault Duster será revelado em agosto


Sem 7 lugares, novo Renault Duster será revelado em agosto

 A nova geração do Renault Duster será revelada no final de agosto, é o que confirmou o diretor comercial da Dacia, Fançois Mariotte, à revista AutoExpress. Sua primeira aparição pública, porém, será durante o Salão de Frankfurt em setembro. François também deu fim ao rumor sobre a...

Aston Martin Valkyrie é relevado já com carroceria de produção

Aston Martin Valkyrie é relevado já com carroceria de produção


Aston Martin Valkyrie é relevado já com carroceria de produção

 Já sabíamos que o Aston Martin Valkyrie – prometido hiperesportivo feito com a equipe Red Bull de Fórmula 1 –, teria cerca de 1.000 cv de potência, mas só agora o modelo apareceu com a forma que realmente chegará ao mundo. O conjunto mecânico ainda não está confirmado (ao...

Leave a comment